fbpx

Alimentação pré – treino

Um bom pré-treino é uma refeição que vai fornecer energia durante o treinamento, sem picos de glicose. Por isso a recomendação é o consumo de boas fontes de carboidratos, como banana, batata doce, aipim, beterraba… opções com fibras, ao invés de fontes refinadas de carboidratos, como os pães por exemplo.

Outra opção é o consumo de boas fontes de gordura, como o abacate e o coco, que podem auxiliar na oxidação de gordura!

Essas são nossas dicas de pré – treino! As quantidades variam de acordo com a individualidade de cada um!

Alimentação pós – treino

O treinamento faz micro lesões nos músculos, que para se recuperarem precisam de boas fontes proteicas!

Por isso é tão importante o consumo de preparações como carnes e ovos, por exemplo, no pós – treino. As formas podem ser variadas, como filés, almôndegas, quibes, suflês, omeletes, ovos mexidos…

Só não vale comer embutidos, como o famoso peito de peru, e achar que está comendo proteína! Essas opções são ricas em sódio e conservantes, sendo maléfico para nossa saúde.

O que evitar no pós-treino quando o objetivo é definição:

Quando o nosso corpo precisa de energia, ele tem três modos de conseguir. Primeiramente ele busca as reservas de glicose, se não houver glicose suficiente ele busca as gorduras, e ainda consegue gerar energia das proteínas.

Ao buscar o emagrecimento, queremos que o corpo gaste energia por meio da oxidação de gordura, restringindo as reservas de glicose, que provém principalmente dos carboidratos imediatamente após o exercício.

Portanto, quando o objetivo é emagrecimento, devemos evitar os carboidratos simples no pós-treino, como pães, macarrão, tubérculos (como batatas, aipim, inhame…), açúcares.

Hidratação durante os treinos

Sem hidratar de forma adequada, a perda de eletrólitos reduz a eficácia da contração muscular, e a má eficácia do controle da temperatura corporal acarreta em redução do rendimento esportivo. Sabendo disso, é importante saber como deve ser a uma hidratação correta no treinamento.

Em treinos curtos e intensos (não ultrapassando 1 hora): a hidratação não é obrigatória, porém nesses dias de treinos quentes pode-se realizar a hidratação com água ou água de coco.

Já em treinos longos e de intensidade moderada (ultrapassando 1-2 horas): a hidratação média deve ser a cada 15-20 min, com 150 à 250ml, totalizando 600 ml de hidratação por hora, sendo a maior parte de isotônicos caseiro e não industrializado (podendo alterar com água ou água de coco), e em seguida água.
Experimente montar sua estratégia nutricional com um nutricionista esportivo! Certamente sua performance irá melhorar!!